Padrão

Por aqui as coisas ameaçam mudar, mas não mudam. Eu acho a todo momento  que vou chegar no equilibrio entre os fatos, mas no momento seguinte percebo que era só mais uma ilusão.

A minha sensação é a de quem está vivendo aquele mesmo dia uma cem vezes.  Nada muda de fato. Nada chega a um real fim. Nada de novo se inicia. A roda travou e não voltou a girar.

Eu fico esperando ser surpreendido pelas pessoas, mas pelo contrário, só escuto o que eu não quero, só tenho decepções. Palavras vazias já não me satisfazem, eu preciso de atitudes.

Eu quero que a roda volte a girar. Eu quero que uma nova fase se inicie, preciso me reciclar. Viver de ilusões acreditando que tudo está bem quando não está, já não me basta, e já deixou de ser interessante.

Metade do semestre. A faculdade me cobra o que eu não posso oferecer. Sinto vontade de mudar de curso mais uma vez ou correr e terminar o atual só pra ter o diploma. Sem falar que as constantes greves (faculdade Estadual) nada colaboram. O calendário está maluco. Por que será que eu tenho a necessidade de ficar ‘trocando de pele’ sempre? É até saudável, mas não com tanta frequência.

Enfim, emprego em vista e num futuro não muito distante, morar sozinho vai deixar de ser apenas um plano, mas algo concreto. Vamos lá, é preciso falar menos e fazer mais. =D

[Atrás dos Olhos Azuis]

Ninguém sabe como é
Ser o homem mau
Ser o homem triste
Atrás dos olhos azuis
E ninguém sabe
Como é ser odiado
Ter que fingir que só conta mentiras

(Refrão)

Mas meus sonhos não são tão vazios,
Como minha consciência os faz parecer
Eu passo horas só de solidão
Meu amor é uma vingança
Que nunca será livre.

Ninguém sabe como é
Sentir esses sentimentos,
Como eu sinto, e eu te culpo!
Ninguém morde mais forte
Na sua raiva
Ninguém, para minha grande aflição
Pode me mostrar seus pensamentos

(Refrão)

descubra l.i.m.p. diz isto (4x)

Ninguém sabe como é
Ser maltratado, ser derrotado,
Atrás dos olhos azuis
Ninguém sabe dizer
Que eles estão arrependidos e para não se preocupar
Eu não estou mentindo

(Refrão)

Ninguém sabe como é
Ser o homem mau
Ser o homem triste.
Atrás dos olhos azuis

Música original: THE WHO

No one knows what it’s like
to be the bad man
to be the sad man
behind blue eyes
and no one knows
what it’s like to be hated
to be faded to telling only lies

(chorus)

but my dreams they aren’t as empty
as my conscious seems to be
I have hours, only lonely
my love is vengeance
that’s never free

no one knows what its like
to feel this feelings
like I do, and I blame you!
no one bites back as hard
on their anger
none of my pain woe
can show through

(chorus)

but my dreams they aren’t as empty
as my conscious seems to be
I have hours, only lonely
my love is vengeance
that’s never free

discover l.i.m.p. say it (x4)

no one knows what its like
to be mistreated, to be defeated
behind blue eyes
no one know how to say
that they’re sorry and don’t worry
I’m not telling lies

(chorus)

no one knows what its like
to be the bad man, to be the sad man
behind blue eyes

Anúncios

Sobre Vernon Kirke

Eu sou pagão e vivencio minha religião. Sou a parte de um todo. Sou único e complexo. Eu me completo, me basto e me satisfaço. Sou capaz de mudar de ideia como mudo de roupa. Amo na mesma intensidade com a que posso odiar. Gosto de amigos sinceros e amores intensos. Gosto do vento que anuncia a chuva, gosto do barulho da chuva e do ar melancólico que ela causa no ambiente. Gosto quando o vento embaralha meus sentimentos e confundi minhas ideias. Sonho e realizo muito. Escuto mil vezes a mesma música, danço na frente do espelho. Tenho medo do escuro. Choro fácil. Tenho sorrisos tímidos e olhares provocantes. Ás vezes acordo achando a vida desbotada, sem cor, e sinto-me apodrecer por dentro, nesses dias, tenho a certeza que meu coração parou e minha alma resolveu tirar férias, além de me encontrar vazio de pensamentos e sentimentos. Odeio injustiças, falta de caráter, ingratidão, traição e algumas pessoas que ocupam todo o seu tempo se metendo na vida dos outros. Gosto do perfume exalado por outros corpos, beijos lentos e abraços apertados. Estou sempre lendo. E a música já virou rotina na minha vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s