Pensando Alto…

Padrão

Bem, não sei ao certo se é influência do ano, ou só do semestre, ou ainda de Beltane. Mas, as pessoas estão constantemente falando de relacionamentos, de casos de amor. Em todos os lugares, em algum momento, esse assunto entra em cena.

Muitas pessoas estão terminando um relacionamento longo, outras começando, outras estão desiludidas, algumas nutrem um amor proibido, algumas estão se tornando bissexuais, outros apenas curiosos. Enfim, tudo mundo estranho.

Eu acredito que em algum momento todos já sonhamos com a pessoa ‘perfeita’, ou melhor, certa. Se é que ela existe. Aquela ou Aquele com quem gostaríamos: de passar os restos dos nossos dias, ir ao supermercado, de jantar junto todas as noites, de dormir de conchinha, de acordar abraçados ou com um beijo de bom dia, de ir a praia aos domingos, de acampar em um final de semana, de alugar um chalé no feriado, de viajar para Europa, de rir com bobagens, de dividir momentos descontraídos etc.

É um desejo que nutrimos de ter um alguém especial. Alguém que você sabe que no final de um dia estressante vai estar te esperando. Mas, para ter tudo isso, ás vezes, é preciso abrir mão de algumas coisas.  Namorar é uma espécie de contrato onde as pessoas assumem um compromisso. Viver junto, é como o nome diz, é viver JUNTO. Temos que aprender a dividir, a compartilhar, a ter paciência, a ceder quando for preciso, a esperar, a conversar. É um reaprender a viver. Para alguns isso é muito bom, para outros, não.

E em uma das minhas conversas via MSN eu percebi que as pessoas não procuram essa pessoa certa ou ‘perfeita’, seja pra casar ou namorar, só para elas. Mas, para os amigos, os familiares, e a sociedade. E eu fico indignado com isso. É com você que ela irá namorar e caso deseje ‘casar’, no sentido de morar junto, será com você que ela irá morar. Então, a decisão tem que ser sua e por você. Antes da família, dos amigos, e da sociedade, você está em primeiro lugar.

P.S.: Dia dos namorados chegando. Alguém sabe onde vai rolar uma festa para os Solteiros/Encalhados e Afins? Eu tô dentro. Acho muito difícil sair do #Solteiro para #Namorando em tão pouco tempo..rs.rs..rs

Anúncios

Sobre Vernon Kirke

Eu sou pagão e vivencio minha religião. Sou a parte de um todo. Sou único e complexo. Eu me completo, me basto e me satisfaço. Sou capaz de mudar de ideia como mudo de roupa. Amo na mesma intensidade com a que posso odiar. Gosto de amigos sinceros e amores intensos. Gosto do vento que anuncia a chuva, gosto do barulho da chuva e do ar melancólico que ela causa no ambiente. Gosto quando o vento embaralha meus sentimentos e confundi minhas ideias. Sonho e realizo muito. Escuto mil vezes a mesma música, danço na frente do espelho. Tenho medo do escuro. Choro fácil. Tenho sorrisos tímidos e olhares provocantes. Ás vezes acordo achando a vida desbotada, sem cor, e sinto-me apodrecer por dentro, nesses dias, tenho a certeza que meu coração parou e minha alma resolveu tirar férias, além de me encontrar vazio de pensamentos e sentimentos. Odeio injustiças, falta de caráter, ingratidão, traição e algumas pessoas que ocupam todo o seu tempo se metendo na vida dos outros. Gosto do perfume exalado por outros corpos, beijos lentos e abraços apertados. Estou sempre lendo. E a música já virou rotina na minha vida.

Uma resposta »

  1. Vem me visitar e vamos juntos na festa de solteiros de Rio Grande! Hihi. ^^

    Bem, olha, no meu caso, eu vejo Amor o tempo inteiro… não é só pq é Beltane não. Isso é legal e chato ao mesmo tempo… hehe

    Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s